PT
EN

Pizzato Merlot

  • Vinhos
  • Vale dos Vinhedos

Este vinho é o que melhor representa a história da Pizzato, tendo sido elaborado em todas as colheitas, desde a primeira, em 1999; em tal colheita foi o único a ser elaborado.A partir de vinhedos próprios no Vale dos Vinhedos, local onde a Família Plínio Pizzato foi pioneira na condução em espaldeiras (simples e lira) desde meados dos anos 1980.

 

Desde a primeira edição, ajudou a definir o que é hoje a base dos vinhos tintos com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (D.O.V.V.): apenas os varietais Merlot 100% e os vinhos de corte com pelo menos 60% Merlot podem ter tal certificação.

 

Alguns destaques:

Melhor Vinho do Primeiro Guia Brasileiro de Vinhos 2000 (entre vinhos e espum., o primeiro guia de vinhos brasileiros da história)

Por vários anos (desde 2000), referência para o Merlot brasileiro

“Primeiro vinho CULT Brasileiro da primeira vinícola boutique Brasileira” (Wine Style)

91 pontos na revista Alemã Weinwirtschaft 

90pontos – Vários painéis pelo Brasil e no Exterior (várias colheitas)

17 pontos Jancis Robinson

Melhor tinto da DOVV (Denominação de Origem Vale dos Vinhedos)

Vinho do Ano Revista Gula

Medalha de Ouro em Concurso Internacional de Vinhos do Brasil (OIV)

Melhor vinho brasileiro já degustado – Valor Econômico/Jorge Lucki

Exportado para diversos mercados: EUA, Canadá, Noruega, Reino Unido, Alemanha, Polônia

COLHEITA 2012 Comprar →
  • Proposta do produto
  • Com D.O.V.V. (desde 2009) e I.P.V.V. (da 2002 à 2008). Vinho estruturado, mas com muita elegância. Para beber agora ou amadurecer (bom potencial de guarda). Passagem estruturada por barris de carvalho (1º e 2º usos). Vinhedos próprios, conduzidos em espaldeiras. Das melhores parcelas do vinhedoSanta Lúcia, Vale dos Vinhedos. Lotes limitados, com numeração das garrafas. Opção em 375 ml.
  • Notas de degustação
  • Vermelho-rubi intenso; aromas de frutas vermelhas e negras, toque sutil de couro, tostado, trufas e côco. Textura envolvente, a partir de taninos macios, estruturado. Vinho maduro e de frescor, equilibrado. Sabor permanente em boca e frutado, com aromas finais lembrando amoras e ameixas e especiarias doces.
  • Harmonização com pratos
  • Aves e carnes vermelhas elegantemente temperadas, caças, porco, massas e risotos a base de funghi, queijos pouco gordurosos.
  • Serviço
  • Para melhor apreciar os pontos fortes deste vinho, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 15 e 18oC.
  • Dados da colheita
  • Garrafas: 13.100 garrafas de 750 ml e 5.500 garrafas de 375 ml, todas numeradas. Também com numeração da D.O.V.V. Dados Técnicos Álcool (% vol.) :13,5 Açúcar residual (g/l) :2,2 Acidez total (g/l ác.tartárico): 5,97 pH: 3,5 Tempo de barril (meses): 11 (1º e 2º usos, francês, MT) Datas da Colheita: 1ª e 2ª semana de março de 2012.
  • Vinhedo
  • Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem Localização: 29°10’17.91”S, 51°36’05.59”O, 495 m.a.n.m. Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso Colheita: manual.
  • Elaboração
  • Fermentação e maceração em tanques de aço inoxidável, com leveduras selecionadas e temperatura controlada. Tempo total de fermentação e maceração de 11 dias. Passagem por barris de carvalho francês de média tostagem (MT),de primeiro e segundo usos.
  • Faça o download do arquivo PDF da COLHEITA
COLHEITA 2011 Comprar →
  • Proposta do produto
  • Com D.O.V.V. (desde 2009) e I.P.V.V. (da 2002 à 2008). Vinho estruturado, mas com muita elegância. Para beber agora ou amadurecer (bom potencial de guarda). Passagem estruturada por barris de carvalho (1º e 2º usos). Vinhedos próprios, conduzidos em espaldeiras. Das melhores parcelas do vinhedo Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos. Lotes limitados, com numeração das garrafas. Opção em 375 ml. Lotes limitados, com numeração das garrafas. Opção em 375 ml.
  • Notas de degustação
  • Vermelho-rubi intenso com traços púrpura; aromas de frutas vermelhas e negras, toque sutil de couro, tostado, trufas e caramelo. Taninos envolventes, resolvidos, ressaltando a boa estrutura do vinho. Equilibrado e concentrado. Longa permanência de retrogosto, leve doçura do frutado (vinho seco), com aromas finais lembrando amoras, redução de caldo de frutas vermelhas, especiarias e licor de cacau. (*notas geralmente observadas)
  • Harmonização com pratos
  • Aves e carnes vermelhas elegantemente temperadas, caças, porco, massas e risotos a base de funghi, queijos pouco gordurosos.
  • Serviço
  • Para melhor apreciar os pontos fortes deste vinho, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 15 e 18°C.
  • Dados da colheita
  • Garrafas: 12.000 garrafas de 750 ml e 5.200 garrafas de 375 ml, todas numeradas. Também com numeração da D.O.V.V. Dados Técnicos Garrafas: 12.000 garrafas de 750 ml e 5.200 garrafas de 375 ml, todas numeradas. Também com numeração da D.O.V.V. Dados Técnicos Álcool (% vol.) : 13,5 (13,3) Açúcar residual (g/l) : 2,3 Acidez total (g/l ác.tartárico): 5,8 pH: 3,43 Tempo de barril (meses): 13 (1º e 2º usos, francês, MT) Datas da Colheita: 1ª semana de março de 2011
  • Vinhedo
  • Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem Localização: 29°10’17.91”S, 51°36’05.59”O, 495 m.a.n.m Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso Colheita: manual
  • Elaboração
  • Fermentação e maceração em tanques de aço inoxidável, com leveduras selecionadas e temperatura controlada. Tempo total de fermentação e maceração de 12 dias. Passagem por barris de carvalho francês de média tostagem (MT) de primeiro e segundo usos.
  • Faça o download do arquivo PDF da COLHEITA
COLHEITA 2010 Comprar →
  • Proposta do produto
  • Com D.O.V.V. (desde 2009) e I.P.V.V. (da 2002 à 2008). Vinho estruturado, mas com muita elegância. Para beber agora ou amadurecer (bom potencial de guarda). Passagem estruturada por barris de carvalho (1º e 2º usos). Vinhedos próprios, conduzidos em espaldeiras. Das melhores parcelas do vinhedo Sta Lúcia, Vale dos Vinhedos. Lotes limitados, com numeração das garrafas. Opção em 375 ml.
  • Notas de degustação
  • Vermelho-rubi intenso, denso, com traços púrpura; aromas de frutas vermelhas e negras, toque sutil de couro, tostado, trufas e caramelo. Taninos envolventes, resolvidos, ressaltando a boa estrutura do vinho. Equilibrado e concentrado. Longa permanência de retrogosto, leve doçura, com aromas de frutas, especiarias e licor de cacau.
  • Harmonização com pratos
  • Aves e carnes vermelhas elegantemente temperadas, caças, porco, massas e risotos a base de funghi, queijos pouco gordurosos.
  • Serviço
  • Para melhor apreciar os pontos fortes deste vinho, sugere-se que a temperatura da bebida esteja entre 15 e 18°C.
  • Dados da colheita
  • Garrafas: 13.000 garrafas de 750 ml e 3.300 garrafas de 375 ml, todas numeradas. Também com numeração da D.O.V.V. Dados Técnicos Álcool (% vol.) : 13,5 Açúcar residual (g/l) : 2,1 Acidez total (g/l ác.tartárico): 5,6 pH: 3,52 Tempo de barril (meses): 11 (1º e 2º usos).
  • Vinhedo
  • Nome: Santa Lúcia, Vale dos Vinhedos Região: Vale dos Vinhedos, Denominação de Origem Localização: 29°10’17.91”S, 51°36’05.59”O, 495 m.a.n.m. Arquitetura: Espaldeiras com orientação norte-sul. Solo: De origem basáltica, franco, com pedregulhos e argiloso Colheita: Totalmente manual, em Fevereiro de 2010.
  • Elaboração
  • Fermentação e maceração em tanques de aço inoxidável, com leveduras selecionadas e temperatura controlada. Tempo total de fermentação e maceração de 11 dias. Passagem de 11 meses em barris de carvalho francês de primeiro e segundo uso.
  • Faça o download do arquivo PDF da COLHEITA

Via dos Parreirais, S/Nº - Santa Lúcia
Vale dos Vinhedos
Bento Gonçalves - RS - Brasil
CEP: 95700-000